7 filmes com Audrey Hepburn que você assistir

Audrey Hepburn foi um grande ícone do cinema e até hoje é lembrada por ter sido uma mulher a frente do seu tempo.  Confira 7 filmes com Audrey Hepburn que você precisa ver.

Com certeza você já ouviu falar em  Audrey Hepburn e, provavelmente, a primeira imagem que vem a sua cabeça é a de uma mulher de vestido preto em frente a vitrine da Tiffany & Co. Depois de estrelar Bonequinha de Luxo e usar o famoso vestido Givenchy, Audrey se tornou um dos maiores ícones de moda e beleza do cinema. Mas, se engana quem pensa que ela pode ser resumida a isso. A atriz é o reflexo de uma época de luta e de como a gentileza pode movimentar o mundo.

Nascida na Bélgica, Audrey perdeu grande parte de sua família durante a Segunda Guerra Mundial. Com o sonho de se tornar uma bailarina, ela participava de espetáculos clandestinos de balé para juntar dinheiro e chegou a levar muitas mensagens para os grupos de resistência dentro de suas sapatilhas. Quando a guerra chegou ao fim, Audrey desistiu da dança por ser considerada “alta demais e sem talento para ser uma bailarina profissional”. Então, ela começou a trabalhar como modelo fotográfica até que decidiu investir no trabalho de atriz.

Leia também: Sonic – O Filme | Review

O início de sua carreira não foi fácil. Como vivia em uma época onde o padrão de beleza eram mulheres baixas, com curvas e olhos claros, ela tinha dificuldade para conseguir papeis em filmes porque era vista como uma garota alta demais, ossuda demais e com pés grandes demais para ser uma estrela de cinema. Demorou anos para que Audrey conseguisse uma chance. Mas com seu jeito encantador, ela driblou os padrões impostos e se tornou uma das atrizes mais reconhecidas de Hollywood.

Em 1987, ela se tornou embaixadora da UNICEF e trabalhou para a instituição até o fim da vida. Faleceu aos 63 anos, em janeiro de 1993, por conta de complicações causadas por um câncer. Veja 7 filmes com Audrey Hepburn para você assistir.

Filmes com Audrey Hepburn - Seven List

Leia também: Arlequina: Aves de Rapina | Review